"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (494271 votos)..........95.69% das questões objetivas receberam votos.
Uma das afirmações abaixo é INCORRETA:
A. a atropina utilizada no tratamento da bradicardia tem uma dose minima requerida que é de 0,5 mg
B. a dopamina em doses baixas tem a tendência de aumentar o fluxo urinario
C. o tratamento da taquicardia supraventricular necessita a adenosina em administração rápida
D. na reanimação pediatrica o tratamento da hipermagnesemia, quando comprovada, ainda utiliza a administração de cálcio
E. o uso da desfibrilação na reanimação pediatrica é uma tecnica incomum e o golpe precordial contraindicado

  RATING: 3

Uma das afirmações abaixo é INCORRETA:

A. a atropina utilizada no tratamento da bradicardia tem uma dose minima requerida que é de 0,5 mg
INCORRETO: na realidade, a dose de atropina é de 0,02 mg/kg, mas se a dose total não alcançar a dose minima de 0,1 mg (e não 0,5 mg) existem estudos que afirmam que uma dose menor que essa pode causar a piora da bradicardia
B. a dopamina em doses baixas tem a tendência de aumentar o fluxo urinario
CORRETO : a dopamina possui efeitos diferentes quando administrada em doses diferentes - se a dose for de 1-5 mcg/kc ela tende a aumentar o fluxo sanguíneo renal e o debito urinário, enquanto em doses altas tem efeitos alfa-adrenérgicos (em volta de 10-20 mcg/kilo)
C. o tratamento da taquicardia supraventricular necessita a adenosina em administração rápida
CORRETO : a adenosina tem substituído virtualmente o verapamil no tratamento das TSV (manejo imediato) - como a metabolização dela é rápida. a administração deve ser feita em bolus e repetir a dose se a primeira não reverteu o quadro
D. na reanimação pediatrica o tratamento da hipermagnesemia, quando comprovada, ainda utiliza a administração de cálcio
CORRETO : embora a utilização de cálcio na reanimação pediátrica foi reduzida bastante ainda há situações que requerem a utilização do calcio via iv: hipocalcemia comprovada, hipercalemia comprovada, hipermagnesemia comprovada e no caso de intoxicação com bloqueadores de calcio
E. o uso da desfibrilação na reanimação pediatrica é uma tecnica incomum e o golpe precordial contraindicado
CORRETO : geralmente, a criança para muito raramente por conta de fibrilação, e mais frequente por conta de assistolia, quando a desfibrilação é praticamente inútil. O golpe precordial, sendo extremamente traumatizante, não é recomendado nas crianças.

Gabarito:  A

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3)
DISCURSIVA: (97276 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
1) Quais são as informações fornecidas com o monitor Holter no diagnóstico das arritmias em crianças? (0,25 pontos)
2) Quais são as informações fornecidas com o teste ergométrico no diagnóstico das arritmias em crianças? (0,25 pontos)

RATING: 3.02

1) Quais são as informações fornecidas com o monitor Holter no diagnóstico das arritmias em crianças? (0,25 pontos)
2) Quais são as informações fornecidas com o teste ergométrico no diagnóstico das arritmias em crianças? (0,25 pontos)

1) O monitor Holter fornece um ritmo contínuo de gravação de eletrodos adesivos para um mínimo de 24 ou 48 horas. Utiliza uma pequena e leve bateria operando um gravador eletromagnético ou digital que grava dois ou três canais de dados eletrocardiográficos. Ele fornece dados sobre:
  1. Mínima, média e máxima frequência cardíaca (0,05 p)
  2. Pausa mais longa da frequência cardíaca. (0,04 p)
  3. Número de extrassístoles atriais e ventriculares. (0,04 p)
  4. Número de Taquiarritmias Supraventriculares (TPSV) (0,04 p)
  5. Duração da TPSV mais longa. (0,04 p)
  6. Número de Taquicardia Ventricular (TV) (0,04 p)
  7. Duração da TV mais longa. (0,04 p)
2) O objetivo do teste de exercício é observar o efeito do aumento da atividade simpática sobre o ritmo da criança em que foi encontrada uma anormalidade no ECG ou no Holter, O teste permite uma avaliação das seguintes ações:
  1. função do nó sinusal (0,04 p)
  2. condução intracardíaca (0,04 p)
  3. prognostico da Wolff-Parkinson-White (0,04 p)
  4. os Batimentos Ectópicos Ventriculares (0,05 p)
  5. o risco de TV (0,04 p)

FONTE:
ARRITMIAS EM PEDIATRIA

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.02)

CASO CLINICO: (103493 votos)..........99.33% dos casos clinicos receberam votos.
Paciente de 42 anos de idade com história de dores em articulação de punhos e mãos simétrica há 3 meses com piora progressiva, há 1 mês evoluiu com dores em região tibial anterior bilateral, neste período a paciente apresentou perda de peso de 4 Kg, procurou vários serviços onde foi prescrito AINE com melhora parcial.
AP: tabagista de 1 maço ao dia por 25 anos

Exame físico: BEG, corada, hidratada, anictérica, acianórica, hidratada PA: 110/70 mmHg FC:85 b.p.m
Ap. Resp: MV+, sem RA, Ap. CV: 2 BRNF, sem sopros, TGI: plano, flácido, RHA + sem visceromegalias palpáveis
MMII Pulsos + sem edema
Presença de edema articular discreto e a seguinte alteração ao exame físico.

1) Qual é a alteração apresentada na imagem? - 0,0625 pontos
2) O que sugere a presença desse sinal? - 0,1875 pontos
3) Qual é a fisiopatologia dessa alteração? - 0,0625 pontos
4) Cite 3 casos de doença NÃO CARDIOPULMONAR que evolui com isso - 0,1875 pontos.


RATING: 2.95

1) Qual é a alteração apresentada na imagem?

Baqueteamento digital dos dedos. (0,0625 p)
DISCUSSÃO: O baqueteamento digital é o sinal clínico mais antigo da história da medicina. Foi descrito por Hipócrates em IV AC, definido pelo índice digital, utilizando o perímetro digital ao nível do leito ungueal e da articulação interfalangeana distai, se esta relação for maior que 1 define a presença do sinal.

2) O que sugere a presença desse sinal?

A presença do baqueteamento digital sugere a presença de doenças pulmonares (0,0625 p), neoplasias (0,0625 p), doenças cardiológicas com shunt direita-esquerda (0,0625 p) entre outras causas.

3) Qual é a fisiopatologia dessa alteração?

Hoje a teoria mais aceita é de que existem patologias que permitem, por meio de shunts venoso-arteriais a passagem de megacariócitos da circulação venosa para arterial (megacariócitos estes que em condições normais não passariam da circulação pulmonar), estes ao chegarem às extremidades distais de ossos acometidos liberariam PDGF (fator de crescimento derivado de laquetas) que levaria a periostose de ossos tubulares e baqueteamento digital, estes achados são corroborados pelo aumento do PDGF e o achado de megacariócitos na circulação arterial dos pacientes com osteoartropatia hipertrófica, também a produção de PDGF por tumores pode estar relacionada com a fisiopatologia da síndrome. (0,0625 p)

4) Cite 3 casos de doença NÃO CARDIOPULMONAR que evolui com isso.

Resposta: Cirrose hepática (0,0625 p), hipertireoidismo (0,0625 p), doenças inflamatórias intestinais (0,0625 p).
DISCUSSÃO: Condições que levam ao aparecimento de shunt podem ocasionar o aparecimento do baqueteamento digital, em pacientes com as 3 condições associadas por vasodilatação no caso da cirrose e hipertireoidismo e por shunts localizados no caso da doença inflamatória intestinal podemos ter condição em que o PDGF atinge a circulação sistêmica e leve ao aparecimento destas lesões, também é descrito seu aparecimento em pacientes com síndrome do anticorpo anti-fosfolípide embora o mecanismo seja incerto. No caso de pacientes com hipertireoidismo este sinal é denominado de acropacia tireóide

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (2.95)

 

1450 USUARIOS INSCRITOS

296 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

726 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
8563 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

2091 DE CLINICA, 3763 DE PEDIATRIA, 1357 DE CIRURGIA, 364 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 738 DE SAUDE PUBLICA
124 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 150 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2021.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.