"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (494282 votos)..........95.68% das questões objetivas receberam votos.
Indique a conduta INAPROPRIADA para o atendimento duma intussuscepção na sala de cirurgia:
A. reservar tempo para avaliar a extensão da intussuscepção
B. aquecer o intestino isquêmico duvidoso com compressas embebidas com solução salina
C. puxar a alça invaginada junto com a cabeça da ”invaginação”
D. apendicectomia incidental após a redução completa da intussuscepção
E. resseção e a anastomose do intestino em caso de incapacidade de reduzir manualmente

  RATING: 2.33

Indique a conduta INAPROPRIADA para o atendimento duma intussuscepção na sala de cirurgia:

A. reservar tempo para avaliar a extensão da intussuscepção
INCORRETO: É importante avaliar a extensão da intussuscepção antes de liberá­-la, pois ela pode se estender para a região retossigmoide em casos graves, o que normalmente requer a extensão da incisão.
B. aquecer o intestino isquêmico duvidoso com compressas embebidas com solução salina
INCORRETO : O intestino isquêmico questionável pode ser aquecido com compressas embebidas com solução salina e reavaliado
C. puxar a alça invaginada junto com a cabeça da ”invaginação”
CORRETO : Uma vez que a o ponto mais distal do intussuscepto, também denominado “cabeça da invaginação”, é identificado, ele é suavemente manipulado de volta para sua posição normal no íleo terminal. O uso de força excessiva ou o movimento de puxar deve ser evitado para não causar ferimentos ou perfuração do intestino.
D. apendicectomia incidental após a redução completa da intussuscepção
INCORRETO : Após a redução completa da intussuscepção frequentemente é realizada uma apendicectomia incidental, porque a localização da cicatriz abdominal é semelhante a uma incisão de apendicectomia aberta.
E. resseção e a anastomose do intestino em caso de incapacidade de reduzir manualmente
INCORRETO : A incapacidade de reduzir manualmente a intussuscepção, a descoberta de isquemia do intestino ou a identificação de um ponto inicial requer a ressecção e a anastomose do intestino ou uma enterostomia, dependendo da condição do intestino e da criança.

Gabarito:  C

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.33)
DISCURSIVA: (97279 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Enumeram 10 fatores de risco para enterocolite necrotizante do recém nascido á termo. (0,05 para cada um).

RATING: 2.94

Enumeram 10 fatores de risco para enterocolite necrotizante do recém nascido á termo. (0,05 para cada um).

Entre os recém-nascidos a termo, os fatores de risco de enterocolite necrotizante são:

  1. restrição do crescimento intrauterino
  2. asfixia perinatal
  3. doença cardíaca congênita
  4. gastrosquise
  5. policitemia
  6. hipoglicemia
  7. sepse
  8. exsanguineotransfusão
  9. cateteres umbilicais
  10. alergia ao leite
  11. rotura prematura de membranas (com ou sem corioamnionite)
  12. diabetes gestacional

FONTE:
MISODOR.COM - ENTEROCOLITE NECROTIZANTE DO RECÉM-NASCIDO

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.94)

CASO CLINICO: (103496 votos)..........99.33% dos casos clinicos receberam votos.

Lactente de quatro meses saudável, nascido de parto eutócico, de termo, sem complicações perinatais, com bom desenvolvimento psicomotor e desenvolvimento estaturo-ponderal no percentil 50. Fez aleitamento materno na primeira semana de vida.
Foi internado por quadro de bronquiolite com quatro dias de evolução, com agravamento progressivo apesar de estar medicado com broncodilatador inalado e corticóide oral. Esteve sempre apirético.
Na observação salientava-se cansaço, sinais de dificuldade respiratória moderada, hipoxemia ligeira e tosse emetizante, havendo na auscultação pulmonar, um tempo expiratório prolongado e fervores crepitantes em ambos os campos pulmonares. Não se evidenciavam outras alterações significativas no exame físico.
Ao quarto dia de internamento surgiu febre (38,5ºC de temperatura axilar) acompanhada de calafrio, gemido, prostração, recusa alimentar.
Foi detectado sopro cardíaco sistólico inconstante (grau dois em seis) no bordo esquerdo do esterno, descrito como sopro contínuo no segundo espaço intercostal esquerdo. Efectuou ecocardiograma bidimensional e com Doppler a cores observando-se PCA moderada com paredes espessadas que assim permitiu o diagnostico.

Sobre o caso acíma considera as seguintes questões:

1) Considerando as caracteristicas do sopro, a idade da criança e o aspecto ecocardiografico, qual é a suspeita diagnostica principal neste caso? (0,3 pontos)

2) Qual é o agente infeccioso causal mais frequente nesta faixa etária? (0,2 pontos)




RATING: 2.98

1) Considerando as caracteristicas do sopro, a idade da criança e o aspecto ecocardiografico, qual é a suspeita diagnostica principal neste caso?

R: PCA moderada com endarterite infecciosa - 0,3 p

DISCUSSÃO: Uma complicação temida da persistência de canal arterial é a endarterite infecciosa:

  • pode ser observada em qualquer idade
  • ocorrer êmbolos pulmonares ou sistêmicos

É uma doença rara, potencialmente grave, com incidência crescente. Apesar dos avanços tecnológicos mantém-se difícil de diagnosticar e de tratar, particularmente abaixo dos dois anos. Na criança, as cardiopatias congénitas são o principal factor de risco para endarterite infecciosa, sendo a persistência do canal arterial clinicamente silencioso uma causa muito rara.

Os sintomas mais frequentes na EI são:

  1. febre persistente de origem desconhecida
  2. manifestações inespecíficas
      • mal-estar geral
      • anorexia
      • perda ponderal
  3. presença de sopro cardíaco
  4. fenómenos embólicos sistémicos

2) Qual é o agente infeccioso causal mais frequente nesta faixa etária?

R: Acima dos dois meses de idade, os principais agentes são Streptococci spp (0,1 p) e Staphylococcus aureus (0,1 p).

Os bacilos Gram negativos, como a Klebsiella pneumoniae são pouco comuns.

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (2.98)

 

1450 USUARIOS INSCRITOS

296 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

726 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
8564 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

2091 DE CLINICA, 3763 DE PEDIATRIA, 1358 DE CIRURGIA, 364 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 738 DE SAUDE PUBLICA
124 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 150 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2021.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.