"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (494289 votos)..........95.68% das questões objetivas receberam votos.
O compartimento hidreletrolítico que mais sofre alteração durante os procedimentos cirúrgicos é:
A. o linfatico
B. o intercelular
C. o intravascular
D. o intracelular
E. o extracelular

  RATING: 3

O compartimento hidreletrolítico que mais sofre alteração durante os procedimentos cirúrgicos é:

A. o linfatico
INCORRETO: veja a resposta da alternativa E
B. o intercelular
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
C. o intravascular
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
D. o intracelular
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
E. o extracelular
CORRETO : O compartimento que mais sofre alteração durante os procedimentos cirúrgicos é o extracelular. E, para a reposição plasmática das perdas perioperatórias, possuímos a disponibilização de três tipos de solução em nosso país: cristalóides, colóides sintéticos (derivado de amido, gelatina modificada) e albumina.

Gabarito:  E

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3)
DISCURSIVA: (97281 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
1) Qual é a relação entre o ritmo cardiaco achado na parada cardiorespiratoria e a sobrevivência? - 0,1875 pontos
2) Quantos tipos de parada cardíaca tem a criança? - 0,125 pontos
3) Qual é a definição da parada cardiorespiratoria? - 0,1875 pontos

RATING: 2.79

1) Qual é a relação entre o ritmo cardiaco achado na parada cardiorespiratoria e a sobrevivência? - 0,1875 pontos
2) Quantos tipos de parada cardíaca tem a criança? - 0,125 pontos
3) Qual é a definição da parada cardiorespiratoria? - 0,1875 pontos

1) Qual é a relação entre o ritmo cardiaco achado na parada cardiorespiratoria e a sobrevivência?

Um ritmo de apresentação chocável (FV ou TVSP) confere mais chances da pessoa ser ressuscitada. (0,0625 p)

Os ritmos não-chocáveis (por exemplo, assistolia) não passa duma sobrevivência de 7% a 24%. (0,0625 p)

No mesmo tempo se uma FV/TVSP se desenvolve como um ritmo secundário durante uma tentativa de ressuscitação (isto é, não como o ritmo da PCR inicial) em crianças hospitalizadas, a sobrevivência é menor do que a observada em PCRs com ritmos não chocáveis (0,0625 p)

2) Quantos tipos de parada cardíaca tem a criança?

Há dois tipos de parada cardíaca em criança:

  1. Parada hipóxica (0,0625 p)
  2. Parada cardíaca súbita (0,0625 p)

3) Qual é a definição da parada cardiorespiratoria?

O processo em si é uma cessação da circulação sanguínea. (0,0625 p) Ou seja, a ausência ou ineficácia da atividade mecânica cardíaca. (0,0625 p) Não há pulso detectável neste momento. (0,0625 p)

FONTE:
MISODOR.COM - URGÊNCIAS PEDIATRICAS (CIRCULATION)

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.79)

CASO CLINICO: (103497 votos)..........99.33% dos casos clinicos receberam votos.
Paciente do sexo masculino, 40 anos, com hipertensão arterial sistêmica controlada por medicação e dieta, apresentando dispneia ao subir lance de escada ou pedalar por mais de uma quadra, com astenia e discreto edema peri-maleolar vespertino. RX do tórax com sinais de hipertrofia ventricular esquerda e leve ectasia aórtica.
1) Qual o estágio e a classe funcional (NYHA) da cardiopatia apresentada pelo paciente? Justifique. (0,20 pontos)
2) Qual a classe de medicamentos indicados no controle da HAS do paciente? Justifique. (0,15 pontos)
3) Diuréticos de alça e cardiotônicos estão indicados neste caso? Justifique. (0,15 pontos)


RATING: 2.96

1) Estágio C; Classe Funcional II.
Justificativa: Estágio C Pacientes com sintomas e com disfunção ventricular associada. Classe Funcional II Limitações leves, sintomáticas durante atividades do cotidiano. (0,2 p)
2) Beta Bloqueador + Inibidor da enzima conversora do angiotensinogênio.
Justificativa: Tem por finalidade evitar o remodelamento do coração e melhorar a sobrevida. (0,15 p)
3) Não.
Justificativa: O uso dessa classe de medicamentos está indicado em pacientes classe funcional III e IV, com a finalidade de melhorar a sintomatologia (melhora na qualidade de vida), sem interferir na sobrevida. (0,15 p)

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (2.96)

 

1450 USUARIOS INSCRITOS

296 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

726 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
8564 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

2091 DE CLINICA, 3763 DE PEDIATRIA, 1358 DE CIRURGIA, 364 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 738 DE SAUDE PUBLICA
124 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 150 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2021.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.