"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:

NÃO SOU CADASTRADO                                                         NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO
usuario: senha:

OBJETIVA: (494270 votos)..........95.69% das questões objetivas receberam votos.
Um paciente, vítima de atropelamento, dá entrada no setor de emergência com dor no dorso e na região inferior do abdome. O exame físico revela palidez cutâneo-mucosa, hipotensão arterial e tasquisfigmia. A radiografia mostra fratura de bacia e o lavado peritoneal realizado é negativo. O diagnóstico no caso deve ser de:
A. lesão de reto
B. rotura esplênica
C. embolia gordurosa
D. choque neurogênico
E. hematoma retroperitoneal

  RATING: 2.9

Um paciente, vítima de atropelamento, dá entrada no setor de emergência com dor no dorso e na região inferior do abdome. O exame físico revela palidez cutâneo-mucosa, hipotensão arterial e tasquisfigmia. A radiografia mostra fratura de bacia e o lavado peritoneal realizado é negativo. O diagnóstico no caso deve ser de:

A. lesão de reto
INCORRETO: veja a resposta da alternativa E
B. rotura esplênica
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
C. embolia gordurosa
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
D. choque neurogênico
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
E. hematoma retroperitoneal
CORRETO : Como vimos, no paciente vítima de trauma, a instabilidade hemodinâmica sempre deve ser considerada, até segunda ordem, como conseqüente à perda hemorrágica. O enunciado nos deixa claro a presença de fratura da pelve, condição associada à lesão de estruturas do retroperitônio, perda sangüínea e hematoma. O lavado peritoneal negativo exclui a possibilidade de lesão intra-peritoneal, no entanto, ele pode ser positivo nos casos de hematomas retroperitoneais extensos. O tratamento do hematoma retroperitoneal não é cirúrgico, sendo indicado o alinhamento do anel pélvico, procedimento que usualmente pára o sangramento. Nos hematomas retroperitoneais as indicações de angiografia seguida de embolização incluem:
(1) a presença de instabilidade hemodinâmica após um período de compensação,
(2) a necessidade de reposição de mais de quatro a seis unidades de sangue nas primeiras duas horas (provável origem arterial do sangramento).

Gabarito:  E

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.9)
DISCURSIVA: (97276 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Responda ás seguintes questões:
1) Defina a enurese.(0,1 pontos)
2) Classifique a enurese conforme minimo dois critérios.(0,3 pontos)
3) Comente o tratamento medicamentoso indicado na enurese.(0,1 pontos)

RATING: 3

Responda ás seguintes questões:
1) Defina a enurese.(0,1 pontos)
2) Classifique a enurese conforme minimo dois critérios.(0,3 pontos)
3) Comente o tratamento medicamentoso indicado na enurese.(0,1 pontos)

1) Defina a enurese.
A enurese é definida como perda involuntária de urina em idade na qual a criança já deveria ter assumido o controle miccional – não há consenso quanto a idade, visto que depende de contexto sócio-cultural. Vários autores consideram a idade de 6 anos.0,1 pontos

2) Classifique a enurese conforme minimo dois critérios.
Classifica-se a enurese noturna em primária x secundária, além de monossintomática x polissintomática. 0,1 pontos
a) Primária: quando a criança nunca adquiriu controle miccional ou quando não o manteve por mais de 6 meses. A enurese noturna primária e monossintomática é mais prevalente até os 9 anos. 0,05 pontos
b) Secundária: quando a criança volta a apresentar perda noturna após no mínimo 06 meses consecutivos de controle. Trata-se de aproximadamente metade das crianças com enurese noturna entre 6-7 anos.0,05 pontos

Quanto os sintomas:
a) Monossintomática: na ausência de quaisquer outros sinais e sintomas urinários.0,05 pontos
b) Polissintomática (também denominada “complexa”): quando presença de sintomas miccionais diurnos e/ou constipação intestinal. Mais recentemente fala-se em Disfunção do trato urinário inferior, que é frequentemente associada a constipação (“síndrome das eliminações”).0,05 pontos

3) Comente o tratamento medicamentoso indicado na enurese.
A abordagem medicamentosa é indicada para casos muito restritos, podendo ser realizado uso temporário de antidepressivos tricíclicos (imipramina) ou análogos de ADH (desmopressina). Problemas: potenciais efeitos colaterais, alta taxa de recorrência.0,1 pontos.

FONTE:
https://novapediatria.com.br/xixi-na-cama-enurese-noturna-abordagem-inicial/

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3)

CASO CLINICO: (103492 votos)..........99.33% dos casos clinicos receberam votos.
Paciente do sexo masculino, 50 anos de idade, portador de hérnia inguinal direita, apresentando, como comorbidades, IMC 31 e hipertensão arterial leve controlada com inibidores da ECA, será submetido à cirurgia eletiva (herniorrafia), cujo ato anestésico planejado será um bloqueio peridural.
1) Esse quadro sugere risco de trombose venosa profunda (TVP)? Justifique. (0,1 pontos)
2) Como deve ser realizada a profilaxia desse paciente, se houver risco de TVP? (0,4 pontos)


RATING: 2.31

1) Esse quadro sugere risco de trombose venosa profunda (TVP)? Justifique.
Esse paciente apresenta risco intermediário para tromboembolismo venoso profundo por ter mais de 40 anos de idade e por ter de se submeter à cirurgia que pode ter duração igual ou superior a 60 minutos. (0,1 p)
2) Como deve ser realizada a profilaxia desse paciente, se houver risco de TVP?
Deverá ser submetido à quimioprofilaxia para TVP (0,05 p) com heparina de baixo peso molecular (HBPM) (0,05 p) ou heparina não fracionada (HNF) subcutânea (0,05 p), nas doses profiláticas baixas: HNF 5.000 UI a cada 12 h (0,05 p), enoxaparina 20 mg 1x ao dia (0,05 p), dalteparina 2.500 UI 1x ao dia (0,05 p) ou nadroparina (1.900 U se < 70 Kg ou 5.700 se > que 70 Kg) 1x ao dia, com duração de 7 a 10 dias (0,05 p). A primeira dose deverá ser administrada duas horas após a realização do bloqueio peridural (0,05 p).

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (2.31)

 

1450 USUARIOS INSCRITOS

296 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES

726 RECADOS DOS VISITANTES

NOSSO BANCO DE PROVAS TEM:
8563 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE:

2091 DE CLINICA, 3763 DE PEDIATRIA, 1357 DE CIRURGIA, 364 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 738 DE SAUDE PUBLICA
124 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 150 CASOS CLINICOS

Todos os direitos reservados. 2021.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.