"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:
MAUS TRATOS E ABUSO INFANTIL

As denúncias de abuso contra a criança têm sido frequentes e configuram grave problema de saúde pública. O tema é desconfortável para muitos médicos, seja pelo treinamento insuficiente, seja pelo desconhecimento das dimensões do problema. Uma das formas mais comuns de violência contra a criança é o abuso físico. Como órgão mais exposto e extenso, a pele é o alvo mais sujeito aos maus-tratos. Equimoses e queimaduras são os sinais mais visíveis.

A violência contra crianças e adolescentes envolve qualquer ato ou omissão que prejudique seu desenvolvimento.

usuario: senha:

ME CADASTRE  !                                       NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO

URGENTE, PROCURAM-SE PATROCINADORES

A plataforma misodor.com.br está organizando a primeira competição nacional de simulados online
"ESTUDAR PARA GANHAR"
Basicamente, trata-se de recompensar mensalmente, em dinheiro, livros de medicina ou artigos de uso médico os assinantes com as pontuações mais altas realizadas através dos simulados.
Aceitamos qualquer tipo de empresa legalmente constituida

CONTATO E DETALHES PELO E-MAIL:
misodor@yahoo.com

OBJETIVA: (521011 votos)..........96.46% das questões objetivas receberam votos.
Observem a foto abaixo. Trata-se de qual sinal da semiologia dermatológica?


A. prova de pilocarpina
B. sinal de Fontana-Tribondeau
C. fotossensibilização
D. sinal do NIcolski
E. dermatografismo

  RATING: 3.04

 

Observem a foto abaixo. Trata-se de qual sinal da semiologia dermatológica?

A. prova de pilocarpina
INCORRETO: Prova da pilocarpina: consiste na injeção de cloridrato de pilocar- pina a 1% em alguns pontos das áreas sadias e suspeitas de 0,1 cm3. Esta deve provocar, depois de dois minutos, sudorese no local da picada em caso de integridade das terminações nervosas. Nas lesões hansênicas, há anidrose. Para melhor visualização antes da injeção, utiliza-se solução de iodo a 10% e, logo após a picada, deve-se borrifar pó de amido.
B. sinal de Fontana-Tribondeau
INCORRETO : Sífilis: exame de campo escuro e exame direto pelo método de Fontana-Tribondeau.
C. fotossensibilização
INCORRETO : veja a resposta da alternativa E
D. sinal do NIcolski
INCORRETO : Sinal de Nikolsky: descolamento da pele após pressão lateral próxima a lesões bolhosas (p. ex., pênfigos).
E. dermatografismo
CORRETO : Dermografismo: pressionando um instrumento de superfície arredondada, lisa e pequena, pode-se reproduzir uma lesão urticada.

Gabarito:  E

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.04)

DISCURSIVA: (101284 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Os recém-nascidos não constituem um grupo homogêneo; a classificação permite definir grupos de riscos de morbimortalidade peri e neonatal para ações preventivas e terapêuticas. Os critérios utilizados são: peso ao nascer (PN), idade gestacional (IG), relação peso/idade gestacional e estado nutricional.
1) Classifiquem os recém-nascidos quanto ao peso ao nascer.
2) Classifiquem os recém-nascidos quanto á idade gestacional
3) Classifiquem os recém-nascidos quanto á relação peso/idade gestacional
4) Classifiquem os recém-nascidos quanto ao estado nutricional.

RATING: 3.07

 

Os recém-nascidos não constituem um grupo homogêneo; a classificação permite definir grupos de riscos de morbimortalidade peri e neonatal para ações preventivas e terapêuticas. Os critérios utilizados são: peso ao nascer (PN), idade gestacional (IG), relação peso/idade gestacional e estado nutricional.
1) Classifiquem os recém-nascidos quanto ao peso ao nascer.
2) Classifiquem os recém-nascidos quanto á idade gestacional
3) Classifiquem os recém-nascidos quanto á relação peso/idade gestacional
4) Classifiquem os recém-nascidos quanto ao estado nutricional.

Quanto ao peso ao nascer (PN)

  1. Recém-nascido de baixo peso (RNBP): PN inferior a 2.500 g, independentemente da IG, com duas categorias:
      1. RN de peso extremamente baixo ao nascer (PN < 1.000 g);
      2. outros RN de baixo peso ao nascer (PN entre 1.000 g e 2.499 g).
  2. Recém-nascido de tamanho excessivamente grande - RN de PN igual ou superior a 4.500 g.

Quanto à idade gestacional (IG)

  1. Recém-nascido pré-termo ou prematuro: é o que tem IG inferior a 37 semanas.
      1. imaturidade extrema: IG inferior a 28 semanas de gestação;
      2. outros RN pré-termo: RN de 28 a 36 semanas de gestação.
  2. Recém-nascido a termo: IG entre 37 e 41 semanas.
  3. Recém-nascido pós-termo: IG igual ou superior a 42 semanas.
  4. RN pós-termo, não grande para a idade gestacional.

Quanto à relação peso/idade gestacional:

  1. grande para a idade gestacional (GIG), se acima do percentil 90;
  2. apropriado para a idade gestacional (AIG), se entre o percentil 10 e 90;
  3. pequeno para a idade gestacional (PIG), se abaixo do percentil 10.
      1. com PN abaixo do percentil 10, porém com estatura acima do percentil 10 para a IG;
      2. peso e estatura ao nascer abaixo do percentil 10.

Quanto ao estado nutricional:

  1. eutrófico: sem sinais de má-nutrição fetal;
  2. mal nutrido fetal grau I (MNF I): pele seca, aspecto levemente apergaminhado, apresentando fissuras e leve descamação. Subcutâneo levemente diminuído nos membros;
  3. mal nutrido fetal grau II (MNF II): pele seca, apergaminhada, com descamação mais evidente do que no grau
    Subcutâneo moderadamente diminuído em membros e tronco. Pele, unhas e cordão umbilical impregnados por mecônio verde-amarelado;
  4. mal nutrido fetal grau III (MNF III): pele muito ressecada com descamação lamelar intensa. Subcutâneo muito diminuído em todo o corpo. Pele, unhas e cordão umbilical impregnados com mecônio amarelo-acastanhado.

FONTE:
Tratado de pediatria: Sociedade Brasileira de Pediatria. – 2.ed. – Barueri, SP : Manole, 2010. PREMATURIDADE E CRESCIMENTO FETAL RESTRITO pag 1447

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.07)

CASO CLINICO: (111796 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Mulher com 48 anos de idade procurou assistência médica devido à sua palidez e fadiga aos menores esforços. O exame clínico revelou anemia e o médico solicitou os seguintes exames laboratoriais:

  Resultados Normalidade Unidade
Hemoglobina: 8,7 11,5 – 16,0 g/dL
HCM: 20,2 27,0 – 32,0 pg
VCM: 64,5 75,0 – 92,0 fl
Leucócitos: 7,7 4,0 – 11,0 x 109/L
Plaquetas: 556,0 150,0 – 400,0 x 109/L
Ferritina: 10,0 12,0 – 200,0 mg/L
Ferro Sérico: 6,0 11,0 – 32,0 mmol/L
CTLFe (TIBC): 90,0 42,0 – 80,0 mmol/L
Vit. B12: 221,0 150 ng/L
Folatos: 8,2 2,0 mg/L




Perguntas:


1) Como você faria a interpretação dos resultados laboratoriais?   (0,25 p)

2) Como você explicaria as causas da anemia? (0,25 p)




RATING: 3.1

1) A paciente tem anemia microcítica e hipocrômica, com deficiência de ferro e elevação da capacidade de transporte (CTLFe ou TIBC). Há plaquetose que pode indicar sangramento ativo.

2) A causa mais comum desses resultados em mulheres jovens (que não é o presente caso) é a menorragia. Em mulheres ou homens com idade superior a 40 anos, as causas mais comuns (deficiência alimentar) sendo excluídas, se deve pesquisar presença de tumores no trato gastrointestinal por meio de sangue oculto nas fezes. Exames mais refinados como imagens do trato gastrointestinal e endoscopia devem ser também realizados.

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (3.1)


1441 USUARIOS INSCRITOS
300 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES
726 RECADOS DOS VISITANTES

 


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM: 8928 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE: 2238 DE CLINICA, 3868 DE PEDIATRIA, 1387 DE CIRURGIA, 433 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 752 DE SAUDE PUBLICA 129 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 150 CASOS CLINICOS

 


Todos os direitos reservados. 2021.
O site misodor.com.br está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site MISODOR são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.