"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:
INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA NO PACIENTE PEDIATRICO

Insuficiência Renal Aguda é um termo genérico. Trata-se, basicamente, da diminuição abrupta e sustentada na função renal. Assim, há uma retenção de resíduos nitrogenados (ureia e creatinina) e não nitrogenados. Caso isso dura demais, instalam-se distúrbios metabólicos como acidose metabólica e hipercalemia, mudanças no balanço de fluidos corpóreos e efeitos em outros órgãos e sistemas. Pior é que essa catastrofe metabólica é uma situação comum em Pediatria. Acarreta alta morbidade e mortalidade e não por ultimo, um custo muito alto. Obviamente, a conclusão pode ser uma só - melhor prevenir que chegar a vivenciar - uma situação frequentemente prevenível. A instituição de medidas preventivas são cruciais para obtenção de um desfecho favorável. O grande vilão nesta historia é a perda irreversível dos néfrons.

usuario: senha:

ME CADASTRE  !                                       NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO

OBJETIVA: (518368 votos)..........96.51% das questões objetivas receberam votos.
Um excelente indicador para permitir suspender o uso de Depo-Provera em mulheres com amenorreia e 50 anos ou mais é:
A. a dosagem de FSH
B. a dosagem de beta-HCG
C. a dosagem de GnRH
D. a dosagem de LH
E. todas acíma enumeradas

  RATING: 2.91

 

Um excelente indicador para permitir suspender o uso de Depo-Provera em mulheres com amenorreia e 50 anos ou mais é:

A. a dosagem de FSH
CORRETO: Onde está disponível, a dosagem de FSH no sangue pode ser um excelente indicador para permitir suspender o uso de Depo-Provera em mulheres com amenorréia e 50 anos ou mais. Se o FSH for superior a 25 mUI/ml, Depo-Provera pode ser suspensa sem risco de gravidez.
B. a dosagem de beta-HCG
INCORRETO : a dosagem de beta-HCG é útil para avaliar a existência da gravidez
C. a dosagem de GnRH
INCORRETO : O teste de estímulo das gonadotrofinas com GnRH exógeno, também chamado de teste do GnRH ou LHRH, é realizado com a administração de 100 μg de GnRH, ou Relefact® – que, no caso, deve ser adquirido pelos clientes, conforme decreto da Anvisa –, por via endovenosa, com coletas basais de LH e FSH e aos 15, 30 e 60 minutos. Vale ressaltar que o ensaio utilizado é o imunofluorimétrico, desenvolvido no Fleury com base em anticorpos monoclonais, tanto para o LH como para o FSH. Considera-se como puberdade precoce central, para o sexo masculino, o pico de LH >9,6 UI/L e, para o sexo feminino, o pico de LH >6,9 UI/L. Em crianças pré-púberes, observa-se um aumento maior do FSH em relação ao LH. Já na puberdade precoce periférica, não há incremento dos valores de gonadotrofinas após a infusão do GnRH exógeno.
D. a dosagem de LH
INCORRETO : O LH (hormônio luteinizante) é um teste utilizado para avaliar problemas de fertilidade, função dos órgãos reprodutivos, puberdade precoce e para detectar a ovulação. A secreção de LH, na mulher, está diretamente relacionada à ocorrência e à evolução da ovulação.
E. todas acíma enumeradas
INCORRETO : veja a resposta da alternativa A

Gabarito:  A

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.91)

DISCURSIVA: (100946 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
De acordo com a classificação dos estudos epidemiológicos dê a denominação:
a) AGREGADO – LONGITUDINAL – OBSERVACIONAL
b) AGREGADO – OBSERVACIONAL – TRANSVERSAL
c) AGREGADO – INTERVENÇÃO - LONGITUDINAL
d) INDIVIDUADO – OBSERVACIONAL - RETROSPECTIVO
Classificar o estudo de acordo com as suas características:
a)_____________________________0,125 pontos
b)_____________________________0,125 pontos
c)_____________________________0,125 pontos
d)_____________________________0,125 pontos

RATING: 3.17

 

De acordo com a classificação dos estudos epidemiológicos dê a denominação:
a) AGREGADO – LONGITUDINAL – OBSERVACIONAL
b) AGREGADO – OBSERVACIONAL – TRANSVERSAL
c) AGREGADO – INTERVENÇÃO - LONGITUDINAL
d) INDIVIDUADO – OBSERVACIONAL - RETROSPECTIVO
Classificar o estudo de acordo com as suas características:
a)_____________________________0,125 pontos
b)_____________________________0,125 pontos
c)_____________________________0,125 pontos
d)_____________________________0,125 pontos

A) Series temporais 0,125 p
B) Estudos ecológicos 0,125 p
C) Ensaios comunitários 0,125 p
D) Estudo de caso-controle 0,125 p

FONTE:

https://www.misodor.com.br/INDICADORES%20SAUDE.php

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.17)

CASO CLINICO: (110602 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Homem, 50 anos, diabetico e hipertenso, nega antecedentes mórbidos até a idade de 42 anos, época em que, durante exame médico de rotina no trabalho, foram detectados valores de pressão arterial de 140/96 mmHg. Nessa ocasião, o paciente era completamente assintomático do ponto de vista cardiovascular.

Exames laboratoriais normais, exceto por uma glicemia de 136 mg/dl etriglicérides de 180 mg/dl. Tais exames foram repetidos e confirmaram-se valores de glicemia e triglicérides anormais, tendo sido, na ocasião, feito diagnóstico de hipertensão arterial, diabetes melito e dislipidemia.

Desde o diagnóstico inicial, o paciente vem tomando regularmente 50 mg de hidroclorotiazida e 100 mg de atenolol. Foi orientada dieta com pouco sal e hipocalórica, sem adição de açúcar. Recentemente, o paciente foi encaminhado ao oftalmologista, que diagnosticou microaneurisma em vãos de retina, tendo sido realizada laserterapia.

Há três meses, foi reavaliado e, ao exame físico, apresentava um peso de 106 kg, pressão arterial na posição supina de 170/112 mmHg com freqüência cardíaca de 72 batimentos por minuto.

Apresentava hipotensão postural (PA = 130/90 mmHg em pé) sem variação de pulso.

Exame físico:

Paciente em bom estado geral, peso de 106 kg e altura de 1,70 m, apresentando fundo de olho com espasmo segmentar arteriolar, perda da relação arteriovenosa nos vasos da retina, alguns pontos sugestivos de microaneurismas em ambas as retinas e sinais cicatriciais de laserterapia prévia. A pressão arterial na posição supina estava em 160/104 mmHg e a freqüência cardíaca era de 68 batimentos por minuto. A pressão arterial na posição ortostática era de 120/88 mmHg, sem variação da freqüência cardíaca. Ausculta cardiopulmonar normal. Ausência de sopros carotídeos. Abdômen flácido, indolor, com fígado e baço não-palpáveis. Ruídos hidroaéreos anormais presentes . Ausência de sopros abdominais.

Extremidades com alterações tróficas de fâneros; pulsos presentes e simétricos, ausência de edemas.

Exames laboratoriais:

Glicemia de jejum de 172 mg/dl, potássio plasmático de 3,7 mEq/l, ácido úrico de 8 mg/dl, colesterol total de 230 mg/dl, HDL-colesterol de 28 mg/dl, LDLcolesterol não calculado devido aos valores elevados de triglicérides (450 mg/dl). Creatinina sérica de 1,8 mg/dl e uréia de 96 mg/dl.

Exame de Urina Rotina demonstrando a presença de proteínas. Proteinúria de 24 horas de 1,2 g/24 horas. Exames complementares: Eletrocardiograma e raios X de tórax dentro da normalidade para o biótipo do paciente.
Ecocardiograma mostrando alterações do relaxamento ventricular esquerdo, sem aumento da massa ventricular. Função sistólica preservada.

1) Definem uma relação entre os fatores de risco e patologia deste paciente (0,2 p)

2) Qual é o exame eletivo para diagnosticar, neste caso, o acometimento renal? Ele já foi realizado, examinando o historico do paciente?(0,1 p)

3) O paciente pergunta se ele corre risco de cegueira, mesmo com tratamento para hipertensão e diabetes. Qual vai ser a sua resposta? (0,2 p)




RATING: 4.18

1) Este caso demonstra a associação de diabetes, hipertensão e dislipidemia além de obesidade, todos sendo considerados fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
Este paciente apresentou como lesão de órgão-alvo o desenvolvimento de retinopatia diabética e nefropatia que, provavelmente, é o resultado da associação de diabetes e da hipertensão arterial

2) O diagnóstico de certeza da nefropatia somente poderia ser feito através da biópsia renal, exame que não foi realizado neste caso .

3) Retinopatia diabética é uma das principais causas tratáveis de cegueira. A observação preventiva periódica é fundamental no paciente diabético.

FONTE: http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/8-4/casoclinico.pdf

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (4.18)


1475 USUARIOS INSCRITOS
299 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES
726 RECADOS DOS VISITANTES

 


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM: 8908 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE: 2229 DE CLINICA, 3866 DE PEDIATRIA, 1378 DE CIRURGIA, 433 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 752 DE SAUDE PUBLICA 129 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 150 CASOS CLINICOS

 

Todos os direitos reservados. 2021.
O site misodor.com está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site misodor são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.