"HALL OF FAME" - CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO GERAL AQUI:
A PRONAÇÃO DOLOROSA

A pronação dolorosa (também conhecida como "cotovelo da babá") é o deslocamento da cabeça do rádio (osso localizado no lado do polegar do antebraço) em relação ao ligamento anular na região do cotovelo (ligamento que auxilia na estabilidade do cotovelo).

usuario: senha:

ME CADASTRE  !                                       NÃO LEMBRO A SENHA/USUÁRIO

URGENTE, PROCURAM-SE PATROCINADORES

A plataforma misodor.com.br está organizando a primeira competição nacional de simulados online
"ESTUDAR PARA GANHAR"
Basicamente, trata-se de recompensar mensalmente, em dinheiro, livros de medicina ou artigos de uso médico os assinantes com as pontuações mais altas realizadas através dos simulados.
Aceitamos qualquer tipo de empresa legalmente constituida

CONTATO E DETALHES PELO E-MAIL:
misodor@yahoo.com

OBJETIVA: (541245 votos)..........97.04% das questões objetivas receberam votos.
Com relação à pele do recém-nascido (RN), qual a alternativa INCORRETA?
A. Hiperplasia sebácea são lesões amareladas e cômedos abertos na região dorsal do nariz e são um indicativo de acne na adolescência. Podem ser tratadas com comedolíticos tópicos
B. Eritema tóxico neonatal é o exantema mais comum no recém-nascido a termo e inicia-se entre o 3° dia e a 3ª semana de vida. Caracteriza-se por máculas e pápulas que se tornam pústulas estéreis sobre uma base eritematosa e tem regressão espontânea em 2 ou 3 semanas
C. Os cistos de milia são comuns no RN e correspondem a cistos de inclusão epidérmica, geralmente não sendo necessário nenhum tratamento
D. A miliária resulta da obstrução da saída do suor e se caracteriza por microvesículas claras, vermelhas ou pústulas, localizadas em áreas com maior concentração de glândulas, como face, pescoço e tronco
E. A melanose pustulosa neonatal caracteriza-se por lesões micropustulosas disseminadas que duram vários dias, tornam-se crostosas e depois descamam, deixando pequenas máculas cicatriciais hipercrômicas que desaparecem em alguns dias.

  RATING: 3.1

 

Com relação à pele do recém-nascido (RN), qual a alternativa INCORRETA?

A. Hiperplasia sebácea são lesões amareladas e cômedos abertos na região dorsal do nariz e são um indicativo de acne na adolescência. Podem ser tratadas com comedolíticos tópicos
INCORRETO: A hiperplasia sebácea é formada por múltiplas lesões papulares amareladas com 1 mm de diâmetro, localizadas no dorso nasal e na região malar. É uma dermatose frequente e estima-se que ocorra em 50% dos RN a termo, visto que tem como causa a estimuI ação das glândulas sebáceas por hormônios maternos androgênicos. As lesões desaparecem no primeiro mês de vida de forma espontânea. Diferentemente da acne neonatal, que se caracteriza por cômedos abertos e fechados e que pode necessitar de tratamento tópico ou mesmo sistêmico, a hiperplasia sebácea no RN não se correlaciona com acne no período da adolescência e é considerada uma dermatose transitória do período neonatal.
B. Eritema tóxico neonatal é o exantema mais comum no recém-nascido a termo e inicia-se entre o 3° dia e a 3ª semana de vida. Caracteriza-se por máculas e pápulas que se tornam pústulas estéreis sobre uma base eritematosa e tem regressão espontânea em 2 ou 3 semanas
CORRETO : O eritema tóxico neonatal é uma erupção autolimitada, benigna e assintomática, que incide em 20 a 60% dos RN a termo e geralmente aparece no segundo ou terceiro dia de vida. As lesões são vesículas, pápulas e pústulas com 1 a 3 mm de diâmetro, rodeadas por halo eritematoso de 1 a 2 em e seu início ocorre entre 24 e 72 horas de vida. Pode acometer todo o tegumento, poupa as palmas e plantas e apresenta involução espontânea em aproximadamente 7 dias. A etiologia é desconhecida. Como o desaparecimento é espontâneo, é necessário apenas assegurar a mãe quanto à benignidade dessa alteração cutânea neonatal.
C. Os cistos de milia são comuns no RN e correspondem a cistos de inclusão epidérmica, geralmente não sendo necessário nenhum tratamento
CORRETO : Os cistos de milia ocorrem em aproximadamente 50% dos RN. São cistos de inclusão epidérmica e podem persistir por vários meses. Trata-se de lesão benigna e nenhuma terapia é necessária. São caracterizados na clínica por pápulas peroladas, levemente endurecidas, localizadas na região frontal e/ou mento, mas podem ocorrer em outras localizações, como na região genital.
D. A miliária resulta da obstrução da saída do suor e se caracteriza por microvesículas claras, vermelhas ou pústulas, localizadas em áreas com maior concentração de glândulas, como face, pescoço e tronco
CORRETO : A miliária é causada pela sudorese associada à obstrução das glândulas sudoríparas que ainda não estão totalmente desenvolvidas na criança, sobretudo no período neonatal. Ocorre com maior frequência nas crianças que habitam em regiões de clima quente, nos estados febris, nos RN colocados em incubadoras e com o uso excessivo de agasalhos. As lesões podem ser vesículas de conteúdo claro (miliária cristalina), eritematosas (rubra) ou pústulas (pustulosa). Tem início em geral depois da primeira semana de vida. Para melhora, deve-se evitar aquecimento excessivo que promove a sudorese, utilizar roupas adequadas ao clima e manter a criança em local fresco.
E. A melanose pustulosa neonatal caracteriza-se por lesões micropustulosas disseminadas que duram vários dias, tornam-se crostosas e depois descamam, deixando pequenas máculas cicatriciais hipercrômicas que desaparecem em alguns dias.
CORRETO : A melanose pustulosa transitória neonatal é uma dermatose benigna e autolimitada, que acomete menos de 1 a 4% dos RN e é mais observada em crianças com fototipo V e VI. As lesões estão presentes já ao nascimento e são vesico-pústulas com milímetros de diâmetro, que podem ocorrer em qualquer região do corpo, inclusive nas palmas e nas plantas. Na evolução, as lesões rompem-se e deixam uma descamação em colarete que evoluí com mancha hípercrômica com melhora espontânea, sem lesões residuais e, portanto, não requer tratamento.

Gabarito:  A

AVALIE ESSA QUESTÃO: (3.1)

DISCURSIVA: (106200 votos) ..........100% das questões discursivas receberam votos.
Enumeram 10 fatores de risco para enterocolite necrotizante do recém nascido á termo. (0,05 para cada um).

RATING: 2.96

 

Enumeram 10 fatores de risco para enterocolite necrotizante do recém nascido á termo. (0,05 para cada um).

Entre os recém-nascidos a termo, os fatores de risco de enterocolite necrotizante são:

  1. restrição do crescimento intrauterino
  2. asfixia perinatal
  3. doença cardíaca congênita
  4. gastrosquise
  5. policitemia
  6. hipoglicemia
  7. sepse
  8. exsanguineotransfusão
  9. cateteres umbilicais
  10. alergia ao leite
  11. rotura prematura de membranas (com ou sem corioamnionite)
  12. diabetes gestacional

FONTE:
MISODOR.COM - ENTEROCOLITE NECROTIZANTE DO RECÉM-NASCIDO

AVALIE ESSA QUESTÃO: (2.96)

CASO CLINICO: (117442 votos)..........100% dos casos clinicos receberam votos.
Paciente de 23 anos, no trigésimo dia de puerpério de seu primeiro parto via vaginal, amamentando exclusivamente ao seio, procura o médico solicitando prescrição de anticoncepcional.
Cite os métodos contraceptivos disponíveis no Brasil que são adequados a essa paciente. (Valor: 0,50)


RATING: 2.98

Métodos contraceptivos:

Preservativo masculino e feminino ou condon ou camisinha (0,1 p)
Minipílula ou pílula, apenas com progesterona (0,08 p)
Progesterona injetável (0,08 p)
Implante de progesterona (0,08 p)
DIU com cobre ou progesterona (0,08 p)
Diafragma (0,08 p)

AVALIE ESSE CASO CLINICO: (2.98)


1470 USUARIOS INSCRITOS
302 PROVAS FEITAS POR ASSINANTES
726 RECADOS DOS VISITANTES

 


NOSSO BANCO DE PROVAS TEM: 9022 QUESTÕES OBJETIVAS, PRECISAMENTE: 2258 DE CLINICA, 3937 DE PEDIATRIA, 1391 DE CIRURGIA, 434 DE OBSTETRICA-GINECOLOGIA, 752 DE SAUDE PUBLICA 129 QUESTÕES DISSERTATIVAS E 150 CASOS CLINICOS

 


Todos os direitos reservados. 2022.
O site misodor.com.br está online desde 04 de novembro de 2008
O nome, o logo e o site MISODOR são propriedade declarada do webmaster
Qualquer conteudo deste site pode ser integralmente ou parcialmente reproduzido, com a condição da menção da fonte.